Começaste há pouco tempo o teu projeto por conta própria e queres que o online seja o teu principal meio de comunicação, mas não sabes bem como mostrar o que fazes?

Empreender pode ser um processo solitário. E desafiante também, com tudo o que há para gerir e aprender.

É por isso que contar com a ajuda de alguém que vai uns passos à nossa frente – e já ultrapassou alguns dos obstáculos com que nos estamos a deparar – pode ser determinante para tornar este caminho mais leve.

Neste artigo, vou explicar-te como desenvolvo o meu Programa de Mentoria de Escrita para Negócios “Copy Power” e como é que ele te pode ajudar a venderes de forma leve e confiante, com uma comunicação clara e orientada para as pessoas que queres atrair para o teu negócio.

(Preferes ouvir em vez de ler?)

 

Quando comecei o meu negócio, achei que não ia conseguir manter uma conta nas redes sociais mais do que um ou dois meses (no máximo dos máximos!). Como é que eu ia conseguir ter ideias para alimentar uma conta de forma consistente? Como é que ia conseguir criar uma ligação com as pessoas que me liam sem me expor demasiado? E se ninguém quisesse saber do pouco que eu (achava que) tinha para partilhar?

Como vês, as dúvidas e medos que tens não são um exclusivo teu. Todos – num momento ou noutro – nos colocamos estas questões.

Partilhá-las com alguém e, com isso, ganhar clareza sobre aquilo que está por detrás delas e, sobretudo, encontrar respostas que nos permitam avançar com confiança e seguras da mensagem que estamos a partilhar vai ajudar-te a seguir em frente e escrever sem bloqueios.

Mentoria de escrita para negócios: comunicar para vender

A verdade é que não há como fugir. Se queremos vender os nossos produtos ou serviços, comunicar tem de ser parte integrante do nosso trabalho. Afinal, para que o nosso projeto seja realmente um negócio, precisa de gerar rendimento e isso só se consegue com vendas.

Ora, para vender é preciso mostrar aquilo que se vende, de forma a que os nossos potenciais clientes percebam as mais valias de trabalharem connosco ou de comprarem os nossos produtos. Mas será que basta falarmos do que temos para oferecer?

Provavelmente, não.

O nosso serviço até pode ser o melhor do mercado e podemos apresentá-lo mil vezes, mas, se não conseguirmos apresentá-lo da forma certa às pessoas certas, dificilmente conseguiremos fechar uma venda.

E, se és como eu, só de leres tantas vezes a palavra “venda”, já estás a ficar nervosa.

Talvez acredites que não és boa com vendas. E se, cara a cara, com pessoas que até conheces, consegues explicar de forma clara o que fazes, isso pode tornar-se mais desafiante quando tens de o fazer para pessoas que não conheces e só através de palavras escritas.

Infelizmente, a venda é muitas vezes associada a manipulação e a insistência. Quem é que nunca se sentiu importunado por alguém que queria, a todo custo, impingir-nos um produto qualquer de que nem sequer precisávamos?

Mas não tem de ser assim. Na minha opinião, não deve ser assim.

Secretária de empreendedora com um portátil aberto numa página a pesquisar imagens para a criação de conteúdos na sequência do calendário editorial criado na mentoria de escrita para pequenos negócios.

Para isso, é necessário aprendermos a escrever de forma empática, respeitando o nosso potencial cliente.

Acredito que, quando aprendemos a criar uma relação de empatia e proximidade com as pessoas que acompanham o nosso trabalho, a venda torna-se natural. Os nossos produtos e serviços são o passo seguinte que essas pessoas têm de dar para receberem (ainda) mais de nós.

Vender através da escrita

No meu programa de mentoria de escrita para negócios, o foco é escrever para vender. Mas não só.

Acredito que quanto mais nos libertarmos na nossa forma de escrever, mais facilmente nos conseguimos conectar com as pessoas que queremos atrair para o nosso negócio.

Porém, também sei como é importante – sobretudo se estamos a começar – termos estruturas prontas e fáceis de seguir que nos ajudem a dar os primeiros passos para criarmos uma mensagem que reflita a essência da nossa marca.

Assim, defendo que um processo de mentoria de escrita para  negócios deve ser um equilíbrio entre, por um lado, aquilo que são os fundamentos e as fórmulas de copywriting que já provaram dar resultados e, por outro, aquilo que sai diretamente do coração para o papel, (quase) sem filtros.

Só assim conseguimos criar a tal relação de empatia e proximidade.

Caderno amarelo com notas da sessão de mentoria de escrita para pequenos negócios.

Mas o que é, afinal, um processo de mentoria de escrita para negócios?

Um processo de mentoria, no geral, é um acompanhamento próximo em determinada área.

O mentor encoraja o desenvolvimento pessoal e profissional do seu mentorado através da partilha de conhecimento e experiência. A relação que se constrói tem como base a confiança mútua, o respeito e a comunicação.

As sessões de mentoria são regulares e envolvem a troca de ideias e a persecução de um determinado objetivo traçado no início do processo.

Uma mentoria de escrita para negócios é uma mentoria especializada, na qual o mentorado aprende o passo a passo para escrever conteúdos para a sua marca, sempre com o acompanhamento próximo do mentor que lhe vai dando feedback ao longo do processo.

Como funciona o “Copy Power” – Programa de Mentoria de Escrita para Negócios?

Nos processos de mentoria de escrita que facilito, começamos do início, para que possas começar a escrever para a tua marca com confiança naquilo que tens para partilhar.

De forma próxima, percorro com as minhas clientes o passo a passo da criação de conteúdos, desde o estudo do cliente ideal até ao momento da escrita. Afinal, não é possível escrever bem se não soubermos para quem queremos escrever.

Além disso, juntas, geramos ideias, organizamo-las, criamos um calendário editorial. Estruturamos conteúdos e vemos o que já fazes bem e o que precisas de melhorar.

Ao longo de 10 semanas, com sessões de 1 hora, fazemos um processo completo que te vai permitir ganhares confiança na tua forma de comunicar e aproximares-te cada vez mais do teu cliente ideal.

No final, terás um plano estruturado que percorre todo o processo de produção de conteúdos e que podes aplicar às redes sociais, ao blog ou aos guiões para os teus vídeos e podcasts.

Depois de fazeres o processo uma vez, com alguém ao teu lado a ajudar-te em cada passo e a rever contigo os teus conteúdos, vais ser capaz de o replicar as vezes que quiseres.

Não há receitas infalíveis, mas há métodos que podes seguir como guia orientador e que podes – e deves – adaptar à tua própria voz e àquilo em que acreditas.

É isso que te proponho neste programa individual.

Caderno de uma empreendedora para registar as notas da sessão de mentoria de escrita para pequenos negócios, ao lado de uma rosa e uma caneta.

Outras vantagens de participar num processo de mentoria de escrita para negócios:

  • Tens a validação de alguém que já faz aquilo que te propões fazer
  • Aumentas a tua confiança para escrever
  • Experimentas novas abordagens à escrita de conteúdos
  • Aprendes a escrever a história da tua marca
  • Reforças a tua segurança na oferta que tens para o teu cliente ideal
  • Avanças mais rapidamente na tua produção de conteúdos
  • Ganhas clareza sobre o que fazer em cada momento da tua produção de conteúdos
  • Convertes mais facilmente seguidores em clientes

Concluindo…

Participar num programa de mentoria de escrita para negócios permite-te partilhar dúvidas, medos e objetivos. Além disso, tens o apoio de alguém mais experiente do que tu na implementação de um método. Isso vai-te ajudar a avançar mais rapidamente e, consequentemente, a conseguir fechar mais vendas.

Então, se te sentes perdida, sem saber por onde começar para criares conteúdos que te aproximem do teu cliente ideal; se queres ganhar clareza acerca daquilo que deves partilhar com a tua audiência; ou, então, se te sentes insegura, porque produzes conteúdos sem uma estratégia clara, sem um plano, sem um propósito claro, um processo de mentoria pode ajudar-te.

O compromisso que vais criar com o teu mentor vai aumentar os teus níveis de confiança e, à medida que vais avançando no processo e vendo o que és capaz de fazer, vais perceber que, afinal, não é assim tão difícil como pensavas.

É que tu podes não acreditar, mas há pessoas que estão à tua espera, à espera daquilo que tens para partilhar com elas.

Se quiseres a minha ajuda, é só entrares em contacto comigo para marcarmos uma sessão estratégica gratuita para acertarmos os detalhes.